Bruno Koga

O coworker ideal

Semana passada abri uma vaga no Github do CocoaHeads para trabalhar comigo aqui em Amsterdam. Algumas pessoas mostraram interesse e vieram conversar comigo. A pergunta que eu mais ouvi foi: quais os pré-requisitos da vaga?


Estou num momento da minha vida profissional que, mais do que desenvolver software, quero desenvolver algo que impacte positivamente a vida de alguém (ou de alguéns). E quero desenvolver esse algo da melhor maneira possível.

A primeira forma de fazer isso é, claro, através do próprio desenvolvimento de software. Trabalho hoje em uma empresa pequena chamada Siilo e queremos de verdade oferecer um serviço de qualidade para os profissionais da área médica e acreditamos que estamos construindo uma ótima plataforma, com ótimas ferramentas e ótimos aplicativos. Já impactamos positivamente a vida de algumas dezenas de médicos e vamos impactar muito mais.

Minha participação nessa missão se concentra em desenvolver um bom app. Garantir um app de qualidade, utilizando sempre as melhores práticas de programação, boas arquiteturas e tecnologias modernas. O app está sempre em evolução e eu sempre estou estudando e aprendendo algo diferente. Assim, temos um app de qualidade e um profissional motivado.

Nos útimos meses tenho percebido - e isso ficou bem claro durante o último WWDC (2016) - que a grande maioria dos desenvolvedores e profissionais da área de tecnologia (brasileiros e gringos) vem alimentando ambições que na minha opinião são completamente equivocadas - e pretendo escrever sobre isso em breve - mas o resumo é que o nosso foco está sempre em uma tela de vidro enquanto deveria estar nas pessoas e no mundo (do qual - pasmem - fazemos parte). A cada ação nossa, parece que estamos fazendo questão de nos tornar menos humanos e mais dependentes da tecnologia. E uma dependência totalmente inútil e desnecessária.


Voltando - e respondendo - à pergunta: quais os pré-requisitos da vaga para trabalhar comigo? Aqui vão:

O meu coworker ideal tem que gostar do que faz. Tem que gostar da cidade que mora, tem que saber apreciar um belo dia de sol. Tem que ser uma pessoa sensata, serena, que saiba parar e pensar antes de tentar resolver qualquer problema. E tem que ser uma pessoa que saiba resolver problemas. Meu coworker ideal tem que cuidar da saúde - física e mental - e isso tem que ser prioridade na vida dele. Ele ou ela tem que saber que trabalhar demais é ruim para todo mundo. Meu coworker ideal tem que gostar de ir pro bar e não ficar olhando o celular a cada 5 minutos (nem a cada 30).

Meu coworker tem que trabalhar bem, gostar de aprender e de evoluir. Tem que saber ouvir. Tem que gostar de programar, tem que gostar de iOS e tem que entender o potencial da plataforma. Tem que estar aberto para as novidades técnicas e saber encarar os desafios do trabalho com bom-humor. Meu coworker ideal tem que saber que dinheiro não traz felicidade. Meu coworker ideal tem que se recusar a trabalhar de fim de semana.

Ou seja, meu corworker ideal tem que ser um baita profissional. Mas ele tem que saber que muito mais do que um trabalho, ele tem uma vida.